Comércio em Madre de Deus volta a funcionar de forma escalonada
23/03/2021 09:32 em Bahia

Após quase 30 dias mantendo as medidas restritivas e apenas o comércio tido como essencial funcionando, uma avaliação foi feita com base nos números de redução dos casos ativos da Covid 19 na cidade, que chegou a mais de 90%.

O prefeito Dailton Filho apresentou a proposta de reabertura ao prefeito de Salvador, Bruno Reis, ao governador Rui Costa e aos prefeitos da Região Metropolitana em reunião via videoconferência na tarde da última sexta (19). Na ocasião, foram discutidas as medidas restritivas que irão permanecer nos decretos estadual e municipal, a compra de vacinas e os índices de contágio de cada município, tendo Madre de Deus apresentado uma das maiores taxas de redução da região. Para garantir a segurança da população, medidas rígidas foram decretadas, como a obrigatoriedade de um fiscal do comércio para organizar as filas e aferir a temperatura na entrada dos estabelecimentos comerciais, bem como o uso obrigatório dos Equipamentos de Proteção Individual (E.P.I), por parte dos comerciantes, além da redução da capacidade total de clientes simultaneamente no ambiente (apenas 1/3).  O escalonamento foi dividido em períodos de permanência de funcionamento diferentes,  sendo cada seguimento em dias e horários distintos para não haver aglomeração e garantir maior fiscalização.

As segundas, quartas e sextas, ficou definida a abertura do Grupo 01, que são: Oficinas mecânicas, materiais de construção, papelarias, serviços de conserto e vendas de eletrônico e bicicletas, gráficas, restaurantes, lanchonetes e pizzarias. Fazem parte do Grupo 2, que funcionará às terças, quintas e sábados: Depósitos de água e gás, comércios de embalagens, salões de beleza e barbearias, lojas de variedades, lojas de roupas e acessórios. Os horários também foram escalonados, dividindo os segmentos. Uma parte funcionará de 8h às 14h e a outra de 10h às 16h. O decreto tem duração de uma semana, iniciando na próxima segunda (22) e encerrando dia 29 de março, às 5h. As praias do município continuam interditadas e o Toque de Recolher foi reduzido para 18h, em conformidade com o decreto de Governo do Estado da Bahia.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!