Flordelis chora e alega inocência em Conselho de Ética
17/03/2021 08:34 em Bahia

Aos prantos, a deputada federal Flordelis (PSD-RJ) alegou no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados, nesta terça-feira (16), ser inocente em relação ao assassinato do seu marido, Anderson do Carmo. Ela é acusada pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) de ser a mandante do crime.

"Eu não mandei matar o meu marido, eu não participei de nenhum ato de conspiração contra a vida do homem que foi meu companheiro por muito anos, mais de 20 anos. Caminhamos juntos. Ele era muito mais que meu marido, ele era meu amigo, nós tínhamos uma cumplicidade enorme", disse a deputada. 

Anderson foi morto a tiros na casa da família, em Niterói, no Rio de Janeiro, em 16 de junho de 2019. 

A defesa de Flordelis entregou na segunda-feira (15) uma defesa por escrito. O relator do caso, deputado Alexandre Leite (DEM-SP), deverá promover ações para substanciar seu parecer, como ouvir testemunhas, em até 40 dias úteis.

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!