Thiago Oliveira terá bloco no Esporte Espetacular dedicado a São Paulo
15/03/2021 11:22 em Esporte

Thiago Oliveira, 36, tem um novo desafio na carreira de quase 20 anos no jornalismo. Ao lado de Lucas Gutierrez e Barbara Coelho, ele vai integrar a equipe de apresentadores do Esporte Espetacular (Globo), que terá um bloco dedicado à cobertura esportiva em São Paulo a partir deste domingo (14).

"Agora vamos dar um olhar mais atento para São Paulo. O estado é muito grande e temos muitos clubes, histórias. Os torcedores paulistas e pessoas que gostam de esporte vão se sentir abraçados. Não quero deixar nenhuma torcida carente", diz Oliveira, que conta que terá estúdio próprio, comentaristas para debates e estrutura grandiosa.

Nascido em Itaquera, na zona leste da capital paulista, Oliveira apresentava o esporte nas madrugadas do Hora Um e no Bom Dia SP, ambos da Globo, até ser convidado para ir manhãs de domingo. Antes disso, ele foi apresentador do canal pago SporTV (Tá na Área e Troca de Passes) e comandou um programa de vendas na TV Gazeta antes de ir para área esportiva.

"A ficha só vai cair depois de um tempo. É uma honra estar no Esporte Espetacular, um programa que faz parte da vida dos brasileiros. Cresci assistindo com a minha família. Meu pai acordava a casa toda aos domingos cantando aquela música tão tradicional", diz.

Oliveira afirma que a mudança de programa também vai melhorar a qualidade de vida, já que nos últimos três anos dormia muito cedo para trabalhar quando, normalmente, as pessoas ainda iam dormir. O jornalista diz ainda que outro benefício é encontrar os pais com mais frequência. "Para ter uma ideia, eu passava a tarde toda no escuro, inclusive usando óculos escuros em casa para conseguir dormir. Meus pais falavam comigo e eu não lembrava, parecia um zumbi."

O jornalista afirma que dormia às 17h para acordar à meia-noite. "Era de segunda a sexta essa rotina. Nos três últimos anos dava para contar nos dedos quantas vezes eu vi meus pais. Agora, nesses três meses [tempo em que passou dedicado ao novo formato do programa] voltei a dormir de noite, mas meu corpo ainda está se acostumando", diz o jornalista, que vai reencontrar Barbara Coelho, 33, com que trabalhou no SporTV.

Eles praticamente começaram juntos no programa Tá na Área, em meados de 2014, ano em que os dois participaram da primeira cobertura de Copa do Mundo. "Estamos muito animados, Thiago é a cara de São Paulo. Temos relação de irmãos. Quando rolou o convite para ele, eu disse que era uma chance de escrever mais uma página da nossa história. Nos encontramos em um momento de dúvidas, descobertas, e hoje conseguimos ver nosso trabalho mais consolidado", afirma Coelho.

Oliveira diz que nunca apresentou com Lucas Gutierrez, 34, mas a química e a espontaneidade de ambos já marcam os ensaios. "Nós passamos pela unificação do esporte da Globo e somos símbolos dessa transição da TV fechada para a aberta. Cada um em seu momento. Ele é um cara querido e é bom começar uma relação profissional assim. Sinto que ele vai por um tom semelhante ao meu de encarar o esporte com leveza", afirma Gutierrez.

Thiago Oliveira explica que o bloco regional de São Paulo terá duração de 40 a 50 minutos no Esporte Espetacular, que terá um dedicado a Minas Gerias, comandado por Marcelo Lages. O jornalista diz que haverá reportagens sobre clubes e entrevistas exclusivas com atletas para contar histórias mais pessoais.

A ideia, diz Oliveira, é destacar histórias inspiradoras de atletas e de times que recebem pouca atenção da mídia. Na estreia, ele vai entrevistar o meia palmeirense Rafael Veiga. Outra novidade é o quadro ConEEctados, no qual misturará o futebol com brincadeiras que rolam nas redes sociais.

Durante alguns minutos, Bárbara Coelho e Lucas Gutierrez, direto do estúdio no Rio de Janeiro, vão interagir com Oliveira. Em seguida, o Esporte Espetacular continuará em rede nacional enquanto Oliveira aparecerá só para São Paulo. O conteúdo, porém, poderá migrar para todo o Brasil caso seja necessário.

"Aprendi que em TV você tem meta, mas não pode especificar qual. Quero apresentar, fazer do jeito como sempre fiz. Tenho tranquilidade de fazer meu trabalho sem me preocupar. Quero ser um apresentador que saiba o que representa para as pessoas. Chegar mais alto, mas devagar", diz o jornalista, que está há sete anos no Grupo Globo.

A reformulação do Esporte Espetacular ocorre em um momento em que há o agravamento da pandemia do novo coronavírus no Brasil, com recorde de casos e de óbitos. Na iminência de um colapso em seu sistema de saúde provocado pela rápida escalada da transmissão, o governo de São Paulo decretou uma "fase emergencial" mais dura de seu plano de combate à pandemia.

O governador João Doria (PSDB) suspendeu as atividades esportivas em São Paulo. A medida entra em vigor nesta segunda-feira (15) e se estende até o dia 30, quando uma nova avaliação será feita. Com isso, o Campeonato Paulista, que realiza a quarta rodada da competição neste fim de semana, será paralisado.

"Quando falamos de uma novidade como essa [estreia de um bloco SP no programa] é natural que fiquemos empolgados, mas não da para deixar de lado a realidade. Penso que preciso ajudar levando leveza do esporte para as pessoas esquecerem um pouco da realidade", diz Oliveira sobre as restrições do governo

Companheira de Oliveira, Bárbara Coelho diz que gostaria de ver outros métodos de controle da pandemia que não afetassem o futebol. "Como sociedade podemos encontrar políticas que contornem a crise. Sinto mais falta de política de controle do que de olhar para o futebol como recorte. Não sei se o futebol é responsável pelo vírus. A continuidade do futebol não seria um absurdo para mim."

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!