Estudo aponta que queimadas destruíram 40% do Pantanal no Mato Grosso
04/01/2021 15:22 em Meio Ambiente

Estudo desenvolvido pela ONG Instituto Centro de Vida apontou que 30% do Pantanal foi queimado entre o início de 2020 e 16 de novembro do mesmo ano. Se considerado o bioma apenas no território mato-grossense, o número sobe para 40%.

Foram mais de 2,1 milhões de hectares de Pantanal atingidos pelas chamas no ano passado. No entanto, o bioma mais atingido no Mato Grosso foi a Amazônia, que teve afetados 3,2 milhões de hectares.

O fogo se concentrou em áreas de floresta e recém-desmatadas (55%), mas 39% das queimadas ocorreram em áreas de pastagens e savanas. De acordo com a Folha de S.Paulo, o levantamento da ONG indica ainda que 3,96 milhões dos hectares queimados no Mato Grosso ocorreram em propriedades particulares e, por estarem registradas no Cadastro Ambiental Rural (CAR), os donos podem ser identificados.

O maior volume de queimadas ocorreu também em áreas não cadastradas e em terras indígenas. Segundo a Folha, juntando o Cerrado a ambos os biomas, o total queimado alcança 8,5 milhões de hectares. A área é 50 vezes maior que a cidade de São Paulo.

O estudo levou em consideração dados da Nasa sobre queimadas no estado do Mato Grosso entre janeiro e 16 de novembro. A data que finaliza o período de análise é a mesma na qual se encerrou a proibição de usar fogo no Brasil.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!