Monique Evans diz que não quer mais relacionamentos seja com homens ou mulheres
09/10/2020 09:13 em Famosos

 

Após o fim do seu relacionamento de seis anos com Cacá Werneck e de toda a polêmica envolvendo o assunto, Monique Evans, 64, disse que não quer mais saber de namoros e casamentos. "Eu me aposentei desse negócio de homem, de mulher, não quero mais confusão na minha vida. Depois dessa, estou chocada. Quero ser avó, sabe, e ficar quieta", afirmou ela, em entrevista à reportagem.

A apresentadora afirmou que tem planos de se mudar para Adolfo, cidade no interior de São Paulo (próxima a São José do Rio Preto) onde mora a sua filha, Bárbara Evans. "A gente já conversou muito de quando ela tiver filhos, eu me mudar para lá, porque daí ela vai mudar para um sítio, e eu mudo para casa onde ela mora, para ficar mais perto dela e dos meus netos."

Werneck apontou Bárbara como uma das culpadas pelo fim do relacionamento. No sábado (3), quando estava na casa de Monique, a DJ contou que escutou a influenciadora dizendo que iria arranjar um namorado para a mãe. "Ganhei uma facada", afirmou.

Segundo Monique, ela e Werneck já estavam separadas há tempos, e Bárbara fez uma brincadeira. "Não sei porque ela ficou brava se a gente já estava separada. E em Adolfo vai ter homem? Meu Deus do céu, ela estava brincando para me animar, porque ela sabia que eu estava muito triste", disse a apresentadora em referência ao fato de que a cidade de Adolfo tem poucos moradores (são cerca de 3.500 habitantes, segundo o último Censo).

Monique disse que elas já tinham terminado o relacionamento desde antes de ela contrair a Covid-19, em meados de setembro. A apresentadora contou que há cerca de dois meses ficou muito chateada com a DJ porque ela se mudou para outro apartamento. "Eu só soube no dia que ela foi buscar a chave. Fiquei chocada. Não sou dessas modernas, sabe, que você mora separado."

"Outra mentira muito grande é dizerem que eu não tenho dinheiro. A Cacá nunca colocou R$ 1 aqui dentro, ela nunca pagou uma conta", completou. Monique disse ainda que nos últimos tempos elas vinham brigando muito. "A última vez que a gente se separou, que eu queria ir embora da casa dela, ela escondeu a chave, depois eu desci, ela me fez voltar para dentro da casa dela. Já estava uma coisa abusiva, eu pedi socorro pro porteiro, ela deu uma porrada no elevador. Então, quer dizer, já estava uma coisa meio doentia."

A apresentadora disse ainda que vai visitar a filha em Adolfo no próximo dia 20 e que, apesar do término, está bem. "Estou feliz que tudo isso tenha acontecido, porque acabou, estou livre dessa loucura toda". Ela se mostrou inconformada por Cacá ter divulgado sobre o término na imprensa e envolvido o nome da sua filha na confusão.

"Nunca mais quero ver [ela] na minha vida. Como que vivi seis anos com essa pessoa? Ela mentia em algumas coisinhas, eu perdoava, perdoava, agora fazer um negócio desse e dizer que não foi ela?", indagou.

Complô

À reportagem, Cacá Werneck disse que estava na casa da apresentadora no sábado (3), quando de madrugada a filha dela fez uma chamada de vídeo e falou sobre arranjar um namorado para a mãe "Depois que vi o complô das duas querendo arrumar homem para me afetar, pensei: 'Tenho que me amar e parar de ser injustiçada'. Meu amor próprio vale mais. Jogar sujo comigo depois de seis anos me dedicando não é justo", disse Werneck.

Cacá também disse que Bárbara Evans falou que "estava com ranço" dela. "Ela pediu para eu parar de mostrar a minha barriga na internet, e que eu deveria conquistá-la se eu quisesse ter a mãe dela de volta. Não tenho que conquistar a Bárbara, ela nunca fez nada por nós. Nenhuma visita em seis anos de relacionamento", disse.

Em vídeos publicados no Stories do seu Instagram, Bárbara Evans negou que tenha influenciado no término, e disse que sempre foi a que mais "apoiou, deu amor, carinho e incentivou" o relacionamento das duas. "Eu ficava no telefone com uma, com a outra quando elas brigavam. Gente, elas me enlouqueciam, mas eu tenho um amor tão grande pelas duas, pela felicidade, pelo amor delas", disse.

"É uma injustiça tremenda falar que eu sou culpada por isso, acho isso muito chato, e a Cacá sabe disso. Torço para que tudo fique bem, quero que as duas fiquem bem, seja juntas ou separadas", concluiu.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!