Motoristas da Uber protestam pedindo mais segurança
05/10/2016 15:32 em Trânsito

Cerca de 100 motoristas da Uber protestam na manhã desta quarta-feira, 5, em frente ao escritório da empresa na avenida Magalhães Neto, em Salvador. Após a agressão de um colega no bairro de Santo Inácio, os condutores pedem uma posição do aplicativo.

 

“Queremos que a Uber tenha mais rigor no cadastro do usuário, porque hoje só pedem nome, e-mail e telefone. Não pedem foto, RG ou CPF. Se tivesse isso, em caso de ocorrência, a gente teria pelo menos um norte”, explicou David Spínola, um dos motoristas presente na manifestação.

 

De acordo com ele, o protesto é pacífico e não pretende atrapalhar o trânsito na cidade. “Vamos continuar reunidos aqui esperando que um representante da Uber venha procurar a gente. Não pretendemos sair até para não afetar a cidade”, explicou.

 

Confusão

 

Durante o protesto, houve um princípio de tumulto porque os agentes da Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) tentaram rebocar um carro de um dos manifestantes, que estava parado em local proibido. Policiais militares controlaram a situação e o grupo chegou a um acordo.

 

Motorista agredido

 

Segundo Spínola, Ricardo Souza, 46, foi agredido ao ser chamado para uma corrida. Contudo, o comandante da 48ª CIPM (Sussuarana), major Souza Ferreira, descarta envolvimento de taxistas. De acordo com ele, Ricardo foi atacado por criminosos que agem na localidade.

 

Ele está internado em estado grave no Hospital Geral do Estado (HGE), na avenida Vasco da Gama. Segundo Spínola, colega teve traumatismo craniano e não conseguiu explicar o teria acontecido com ele.

 

 

Central de Noticias

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!