STF julgará queixa crime e pedido de indenização de Dunga contra Romário
27/08/2016 23:42 em Famosos

A 1ª turma do STF julgará, na próxima terça-feira (30), a queixa-crime do ex-técnico da seleção Brasileira Dunga contra o também ex-jogador Romário. O gaúcho alega que, em entrevista a um jornal italiano, em setembro de 2015, Romário teria ofendido sua honra ao sugerir que o técnico que estaria convocando jogadores para a seleção segundo critérios escusos, para atender interesses econômicos de empresários do futebol. Entre as declarações de Romário estão trechos como: “Ele não convoca mais os melhores, há interesse por trás” e “Dunga está envolvido nessa sujeira da CBF”, relacionando o técnico a casos de corrupção em que, de acordo com o senador, a Confederação Brasileira de Futebol estaria envolvida. A defesa de Dunga, feita pelos advogados Ricardo C. Braga dos Santos e Andréa Gonçalves Ferry, aponta dano à sua imagem, pois as colocações “colocam em dúvida as qualidades profissionais do Querelante, desmoralizando a ilibada reputação que sempre ostentou”. Por sua vez, o advogado Luiz Sérgio de Vasconcelos Júnior, atuando por Romário, citou a imunidade parlamentar do senador e tratou os trechos da entrevista como um “registro de indignação com os acontecimentos”, feito pelo ex-jogador, por meio de uma “crítica ampla, horizontal às vicissitudes da gestão do futebol brasileiro e sul-americano, que ele genuinamente reputa genericamente desonesta”.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!