GE anuncia extensão do patrocínio à canoagem brasileira
23/08/2016 16:48 em Novidades

A GE anuncia nesta terça-feira a extensão de sua parceria com a Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa), válida agora até o final de 2018. A GE investe na canoagem com recursos próprios, sem renúncia fiscal, além de oferecer apoio tecnológico para o treinamento dos atletas.

“A canoagem brasileira protagonizou o papel mais surpreendente desta edição dos Jogos Olímpicos”, celebra Rafael Santana, presidente e CEO da GE para a América Latina. “Erlon [de Souza] e Isaquias Queiroz conquistaram medalhas inéditas para o Brasil, marcando o melhor desempenho da modalidade na história. Com a continuidade da nossa parceria, reforçamos nosso apoio ao desenvolvimento dos atletas no país”, salienta o executivo.

O acordo permite à GE apoiar as equipes nacionais de todas as 12 modalidades da CBCa em diferentes categorias, incluindo Canoagem Velocidade, Canoagem Slalom, Caiaque Polo, Rafting e Paracanoagem, que será disputada como esporte paralímpico pela primeira vez durante os Jogos Paralímpicos Rio 2016.

“Estamos muito orgulhosos pelas excelentes conquistas dos nossos atletas. Com a extensão desta parceria, buscaremos voos ainda mais altos”, ressalta João Tomasini Schwertner, presidente da CBCa. Esta foi a melhor campanha da Canoagem Brasileira em todos os Jogos Olímpicos, com duas pratas e um bronze. Isaquias Queiroz se tornou o único atleta individual brasileiro da história a conquistar 3 medalhas em uma mesma edição dos Jogos Olímpicos.

Legado –  Como patrocinadora dos Jogos Olímpicos, a GE busca a cada edição entregar um presente para a cidade-sede, aumentando o legado após o término do megaevento. Para o Rio, a doação foi de aproximadamente R$ 20 milhões, composta por tecnologias da empresa de saúde e iluminação.

O Hospital Municipal Souza Aguiar, segunda maior emergência da América Latina, teve parte de seus recursos técnicos renovada por 24 equipamentos de diagnóstico de imagem, incluindo arcos cirúrgicos, monitores, equipamentos de anestesia, raios-X, tomografia computadorizada e ultrassons, que podem aumentar em 30% o número de cirurgias realizadas no hospital e em 100% o volume de exames na radiologia. “O único legado palpável que fica no Rio é o que a gente ganha aqui na Saúde. Isso dá a gente um prazo de mais 10 anos de bom trabalho”, diz o médico Antonio Araújo de Costa, diretor geral do hospital.

A GE também entrega para a cidade 1,6 mil luminárias LED com sistema de telegestão para duas áreas icônicas da cidade, o Parque do Flamengo e a Lapa. Com a nova tecnologia, é possível aumentar e reduzir a intensidade da iluminação conforme a necessidade. Associado ao menor consumo do LED, expectativa é que as novas luminárias gerem uma economia de 78% de energia no Parque do Flamengo e de 50% no bairro da Lapa.

 

 

Bahia.ba

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!