Ligações clandestinas de energia são desativadas em barracas de praia na RMS
11/07/2019 16:05 em Bahia

Barracas que possuíam ligações clandestinas, conhecidas como "gato", tiveram a energia desativada nesta quarta-feira, 10. Ao todo, 10 unidades que atuam na orla das praias de Ipitanga, em Lauro de Freitas, Região Metropolitana de Salvador (RMS), foram identificadas.

De acordo com a Coelba, entre janeiro e julho, houve cerca de 88 mil inspeções e 35 mil desativações de ligações clandestinas, em toda Bahia. A empresa analisou que esse volume de energia recuperado seria capaz de abastecer o município de Vitória da Conquista por seis meses.

A utilização do "gato" é um crime previsto no artigo 155 do Código Penal e consiste como pena pela fraude até quatro anos de reclusão. Neste ano, até o mês de julho, foram presas 25 pessoas, em diversas cidades baianas.

A instalação desse tipo de crime pode ser um risco de crime, tanto para quem faz, quanto para quem está próximo. O "gato" provoca perturbações no fornecimento de energia da região e pode causar a queima de eletrodomésticos dos vizinhos.

Caso a pessoa deseje denunciar as fraudes, pode fazer de forma anônima através do telefone 116 ou no siteda Coelba.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!