Franciscano sobe ao pódio na corrida Duque de Caxias , em Jacobina
31/08/2018 11:56 em SFC

 

No ultimo domingo, dia 26 de agosto, foi realizada na cidade de jacobina a tradicional corrida rústica Duque de Caxias. O evento chega a sua 33ª edição levando às ruas de Jacobina aproximadamente 1300 atletas. Os participantes divididos entre as categorias profissional e amador percorreram as principais ruas da cidade.

 

Entre os corredores estava o franciscano Arivaldo Teixeira de Carvalho, mais conhecido como Ari, 56 anos, e outros atletas de São Francisco do Conde. Ari conquistou o 5º lugar e subiu ao pódio, na categoria Veterano (55 a 59 anos). Ao falar da conquista ele respondeu: “Foi sacrificante chegar ao resultado. Confiei em Deus e fui buscar”.

 

Arivaldo Teixeira de Carvalho, 5º lugar na categoria Veterano

 

Arivaldo corre a mais de 40 anos. Ele confessou que antes bebia e fumava bastante, o que lhe tirava o foco. Não tinha qualidade de vida. Há quase três anos deixou a bebida e o cigarro, com isso vieram às conquistas. Em 2017 foi o segundo colocado na meia maratona em Feira de Santana. E este ano ele participou também da meia maratona na cidade de Juazeiro onde conquistou o 4º lugar. Ambas as corridas na categoria Veterano. Para chegar a mais uma conquista, agora em Jacobina, ele contou com o apoio do seu treinador o professor Nixom Fernandes e da Rede RC de Comunicação, além da  colaboração de representantes do comércio local, alguns vereadores e a prefeitura. 

 

Origem da prova

A corrida surgiu da iniciativa do major da reserva Florentino Cardozo de Assunção Sobrinho ou ‘Capitão Assunção’, como era conhecido. Com um olhar mais apurado Florentino percebeu que a maioria dos jovens da cidade viviam no ócio, utilizando as horas de lazer para beber e que também não havia atividade física no local. Daí nasceu a idéia da corrida. Ele contou com o apoio dos comerciantes locais, realizando a  primeira edição, em 1981, com 302 atletas. Hoje o limite máximo de participantes é de 1.300 atletas.

‘Capitão Assunção’ faleceu em maio deste ano, aos 84 anos. Seu nome será sempre lembrado como alguém que mudou o conceito de corridas de rua.

 

 

Redação | Rose Nascimento

COMENTÁRIOS