Psiquiatra alerta que atraso na fala é principal sinal de distúrbio psicológico em crianças
04/10/2016 16:30 em Saúde / Beleza

A ideia de que cada criança se desenvolve em seu próprio tempo caiu por terra, e a demora em desenvolver a fala pode indicar distúrbios psicológicos. Caso a criança não tenha dito nenhuma palavra até os 16 meses, é necessária investigação. De acordo com um estudo recente da Academia Americana de Pediatria, 83% dos casos em que os pais procuram ajuda para seus filhos com idade média de 2 anos e meio, apenas um terço foi diagnosticado antes dos 3 anos e 4 meses. Os demais diagnósticos só aconteceram aos 5 anos e meio, após a fase em que o prognóstico é mais favorável para o Transtorno do Espectro Autista (TEA), segundo a Organização Mundial da Saúde e a Academia Americana de Psiquiatria da Infância e Adolescência. "Posso ver sinais de alerta em um bebê que, aos 6 meses não apresenta expressão de alegria (“grande sorriso”); aos 9 meses não compartilha sons, sorrisos, ou outras expressões faciais; aos 12 meses não balbucia, não compartilha gestos, apontando, mostrando. Se a criança nessa idade te pega pela mão para mostrar o que quer, não está se comunicando e sim usando você como instrumento, é um sinal. Se não for autista, vai apontar, é o que chamamos de atenção compartilhada. São alertas importantes quando, aos 24 meses, a criança não diz nenhuma frase significativa com duas palavras (sem estar imitando ou repetindo). A ausência da fala ou de habilidades sociais são sinais em qualquer idade", explicou o psiquiatra Fábio Barbirato ao jornal O Globo. Ainda assim, o profissional afirmou que os transtornos psiquiátricos mais frequentes na infância e adolescência são ansiedade e depressão. "Quanto mais nova a criança, mais sintomas físicos vai ter na apresentação da depressão e da ansiedade, que podem ocorrer juntas ou separadas", concluiu.

 

 

Bahia Noticias

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!