NATAL - Médica que rasgou receita de paciente por voto em Haddad é afastada
11/10/2018 11:36 em Brasil

A médica infectologista Tereza Dantas foi afastada das atividades no Hospital Estadual Giselda Trigueiro, em Natal, após ter rasgado a receita médica de um paciente por ele ter declarado que votou em Fernando Haddad, candidato do PT à Presidência da República.

Em nota a Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) de Natal afirma que foi aberta uma sindicância para apurar o caso e tomar as medidas cabíveis.

“A direção do Hospital Giselda Trigueiro esclarece que esta não é uma conduta adotada pelo hospital, nem muito menos de orientação da Sesap. A profissional ficará temporariamente afastada das atividades”.

O caso do aposentado José Alves de Menezes, 72 anos, ganhou repercussão nas redes sociais na última terça-feira (9). Tereza teria perguntando ao rapaz em quem ele tinha votado para presidente e após ouvir o nome de Fernando Haddad ela rasgou o papel.

O senhor chegou a achar que era uma brincadeira da profissional.

Em entrevista ao site G1, a médica declarou que estava arrependida da atitude. “Eu pedi perdão a Deus e pedi que ele me ajudasse a tirar de mim essa mágoa. Eu nunca gostei de extremismos e estava me transformando em algo que não gosto. Não deveria ter feito isso, eu sei. Agi por impulso e, por isso, peço desculpas”, disse.

 

 

Bahia.ba

COMENTÁRIOS
PUBLICIDADE
Para ouvir nossa rádio, baixe o aplicativo RadiosNet para celulares e tablets com Android ou iPhone/iPads.