Após desabafo na web, ex-jogador de basquete é encontrado morto!
12/07/2018 - 11h14 em Mundo

Que triste!!!! No último domingo (8), o ex-jogador da UCLA e técnico de basquete Billy Knight foi encontrado morto em Phoenix, nos Estados Unidos, após compartilhar um desabafo no YouTube, relatando sua luta contra a depressão e contra “escolhas erradas”. Segundo o TMZ, o atleta de 39 anos teria se suicidado. Seu corpo foi encontrado por policiais na madrugada do domingo.

No vídeo de desabafo, Knight dizia que essa seria a sua última mensagem na Terra. “Essa é provavelmente minha última mensagem na Terra. Mentiras foram ditas, traições e roubos. Eu fui um tomador… e é por isso que minha vida acabou onde está agora. A vida não é um jogo. Você não pode brincar com a vida. É sério! Não fui honesto com muitas pessoas, nem com a minha mãe e meu irmão. Estou perdido na vida e não encontro esperança. Não tenho amigos, mulher, namorada… Não tenho nada. Acho que não posso mais continuar”, disse ele.

“Ouço vozes na minha cabeça com frequência. Só peço a Deus por perdão por tudo errado que eu fiz. Você não pode levar uma vida em pecado. Continue sendo fiel ao seu Deus”, continuou ele, com a voz embargada.

O jogador então parece se despedir dos inscritos em seu canal e fala sobre o inferno e o céu. “Sinto que não pertenço aqui, que já deu para mim. Vou agora me arriscar a ir para o céu, para o inferno ou para o limbo.”

Segundo o TMZ, semanas antes de sua morte, Knight foi preso com seis companheiros por ter se envolvido em encontros sexuais com uma garota com menos de 15 anos. Ele foi acusado de abusar e molestar sexualmente uma menor de idade. O abuso sexual teria ocorrido na cama da mãe da vítima. Knight foi solto depois de pagar uma custódia de mais de 300 mil reais. Após ser solto, ele teve que usar uma tornozeleira eletrônica para que a polícia pudesse monitorar seus passos. A mãe da vítima disse que Knight violou a lei e procurou a vítima inúmeras vezes após ser solto. Billy Knight jogou pelo UCLA de 1998-2002.

 
COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!