De volta ao Bahia, Júnior Brumado evita função de protagonista
16/05/2018 - 14h37 em Esporte

Com a realidade complicada do futebol brasileiro, tem sido cada vez mais comum que jovens abaixo dos 20 anos sejam alçados ao status de ‘jogador para resolver’. No Flamengo, há Lucas Paquetá e Vinícius Júnior; no Corinthians, Pedrinho; no Vasco, Paulinho; no Fluminense, Pedro; e no Bahia, Júnior Brumado. O centroavante, que completou 19 anos nesta terça-feira, 15, esquivou-se da exigência de protagonismo em entrevista realizada no Fazendão.

 

"

“Kayke é um excelente jogador, mas não vive um bom momento. E não adianta eu criticar, sendo que é meu companheiro”

Júnior Brumado, atacante do Bahia

 

Questionado sobre a atribuição de fazer gols na Série A, o jogador preferiu não matar no peito sozinho a responsabilidade. “Respeito o momento de cada jogador. Kayke é um excelente jogador, mas não vive um bom momento. E não adianta eu ficar criticando, sendo que é meu companheiro de equipe. E o Edigar ficou jogos sem marcar, mas já voltou, tem dois jogos e três gols, e fico feliz por ele e por todos. Espero que meu retorno seja importante para o time”, falou.

Brumado passou uma semana com a seleção brasileira sub-20, treinando no CT do Corinthians. Apesar de exaltar a experiência — “Cheguei com bastante respeito e representando o Bahia” —, o centroavante deu mostras de que não se deslumbrou com os olhares do treinador do alvinegro paulista, Fábio Carille, ou com o ambiente de um clube mais estruturado. Para o atleta, tudo o que conquistou até agora ainda é pouco. “É fruto de trabalho. Não adianta achar que sempre essas coisas, que eu conquistei aos pouquinhos, que isso tá bom. Nunca está bom. Eu só quero trabalhar mais e mais e dar alegria à torcida, porque quanto mais a gente trabalha, mais as coisas acontecem”, declarou. Lembrando de partidas em que marcou gols importantes, Júnior disse que não pretende se acomodar. “Juazeirense já passou, Santos já passou. Eu quero construir coisas novas”, acrescentou.

Falando em gols, Brumado fez questão de mostrar confiança para o jogo contra o Palmeiras, no próximo sábado , em São Paulo. Segundo ele, o Bahia não pode se acuar diante de grandes clubes — embora o torcedor tenha reclamado de um Bahia tímido fora de casa. “Futebol profissional é isso. Série A tem nível alto, todo time tem dificuldade. A gente tem que estar preparado para qualquer coisa. A gente também é time grande, tem que ir lá e jogar de igual para igual com os caras”, completou.

Nilton de saída?

O site UOL publicou nesta terça que o volante Nilton cogita trocar de clube, uma vez que não tem recebido oportunidades no Bahia. Nas últimas partidas, a opção para a reserva da parte defensiva do meio-campo tem sido Flávio, e não o ex-jogador de Vasco e Cruzeiro. O Bahia afirmou que não vai se pronunciar sobre a questão.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!