E.C.Vitória - Rubro - Negro começa pré-temporada com 11 dispensas e dois reforços
04/01/2018 - 10h52 em Esporte

Muitas saídas e poucas chegadas. Esse é o saldo que fica da reapresentação do Vitória, que aconteceu na tarde desta quarta-feira, 3, na Toca do Leão, com 23 atletas ao todo.

Ao todo, 11 jogadores do elenco que terminou a temporada 2017 deixaram o time. Por outro lado, apenas duas caras novas puderam ser vistas: o lateral direito Lucas e o atacante Denilson.

A dupla de contratados passou por exames médicos, vestiu uniforme e foi para o campo de treino para trabalhar com os demais jogadores.

Os dois chegam por empréstimo até o final da temporada, cedidos respectivamente por Palmeiras e Granada (ESP), mas apenas Lucas chega com status de provável titular. O lateral, inclusive, já trabalhou com o técnico Vágner Mancini no Botafogo, em 2014.

Já a lista de saídas começa com David, negociado com o Cruzeiro, e segue com outros dez nomes que viram terminar seus contratos com o Rubro-Negro: Patric, Geferson, Alan Costa, Fred, Renê Santos e Danilinho deram adeus. Caíque Sá, Kanu, Carlos Eduardo e André Lima ainda negociam com o Leão, mas questões financeiras complicam os acordos.

Quem não tem permanência garantida, mas se apresentou normalmente foi Tréllez. O colombiano possui contrato até dezembro deste ano, mas é alvo do Corinthians e ainda pode deixar o Leão rumo à equipe paulista.

Questionado sobre o balanço negativo entre chegadas e saídas de jogadores, Mancini falou sobre a falta de opções no mercado e pregou cautela para não cometer erros.

“Diante daquilo que o mercado oferece, não temos tantas opções. Não podemos nos deixar levar por uma pressão e errar, como vimos no ano passado”, disse o treinador.

No entanto, Mancini deixou claro que espera ter o elenco formado ainda nos primeiros meses do ano. “Queremos ter uma cara logo no começo. Não podemos chegar depois do Baiano e contratar dez jogadores”, pregou.

Já no campo

Enganou-se quem achava que a reapresentação seria marcada apenas por exames médicos e atividades na academia. Já no primeiro dia de pré-temporada, Mancini mandou os jogadores para campo, comandou um trabalho de troca de passes e um rachão.

O Vitória divulgou a programação inicial da pré-temporada. A concentração começa nesta quinta e os atletas terão treino em dois períodos todos os dias, com exceção do domingo, quando não terão atividade pela tarde.

Formação do elenco

Ao lado de Vagner Mancini, o diretor de futebol do Vitória, Erasmo Damiani, concedeu uma entrevista coletiva na reapresentação e falou sobre a formação do elenco.

Damiani descartou a chegada do atacante Henrique Almeida, que tem contrato com o Grêmio, e disse não ter conversas com Capa, lateral que defendeu o Avaí em 2017. Por outro lado, garantiu a permanência de Kieza, que teve seu nome ligado a uma possível troca por Escudero, do Vasco. 

Ele também falou sobre Renatinho, destaque do Paraná na campanha do acesso para Série A. “É um atleta que tem um mercado bem disputado, tem um mercado até fora do país, então, enquanto a janela estiver aberta não dá nem para se conversar”, explicou.

O diretor abordou a situação de atletas que retornam de empréstimo e não se apresentaram, casos de Gabriel Pereira, Alef, Alex Cruz, Darlan e do goleiro Wallace. “Alguns atletas vamos conversar por questões de empréstimos, outros estão perto do término do contrato. Não adianta trazer os atletas e daqui a pouco colocar para treinar separado”, justificou o diretor de futebol.

 

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!