Sisu vai oferecer mais de 11,5 mil vagas na Bahia
13/12/2017 11:08 em Educação

Depois do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a tensão dos estudantes, agora, se volta para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), por meio do qual instituições públicas de ensino superior selecionam candidatos a partir da nota do Enem.

 

Na Bahia, nove universidades públicas vão oferecer 11.687 vagas pelo sistema para o primeiro semestre de 2018. As inscrições começam no dia 29 de janeiro e vão até o dia 1º de fevereiro.

 

Entre as instituições baianas, a que vai oferecer o maior número de vagas é a Universidade Federal da Bahia (Ufba), com 4.402 oportunidades em 87 cursos. Em Salvador, por exemplo, os cursos da instituição que mais oferecem vagas são o Bacharelado Interdisciplinar em Humanidades (noturno), com 300 vagas, o Bacharelado Interdisciplinar em Saúde (Noturno) e o Interdisciplinar em Ciência e Tecnologia (Vespertino), ambos com 200 vagas.

 

A segunda maior oferta está na Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), com 1.676 vagas. A terceira é o Instituto Federal da Bahia (Ifba), com 1.235 vagas. Na Uesc, os cursos de Ciência da Computação, Enfermagem e Medicina Veterinária oferecem 62 vagas cada. Já no Ifba, sete das suas 10 opções de curso oferecem 40 vagas (confira tabelas abaixo)

 

 Prazos

 As inscrições para o Sisu serão feitas exclusivamente pela internet, na página eletrônica do Sisu (sisu.mec.gov.br), e os interessados podem se candidatar no período de 29 de janeiro até as 23h59 do dia 1º de fevereiro, no horário oficial de Brasília. Podem concorrer às vagas estudantes que tenham feito o Enem 2017 e obtido nota acima de zero na prova de Redação. Em todo o país, serão 239.601 vagas de graduação.

 

Depois de uma maratona de estudos diários, no cursinho e em casa, para fazer as provas do Enem, a estudante Rafaela Fernandes, 18 anos, aguarda ansiosa pelo momento em que vai poder utilizar a nota do exame que ainda não foi divulgada pelo Ministério da Educação (MEC).

 

Ela pretende cursar Odontologia na Ufba. A nota de corte para esse curso, em 2017, em ampla concorrência, foi de 729,85, ou seja, essa foi a nota do último candidato selecionado para essa modalidade. Para estar na lista dos aprovados, ela deveria ultrapassar essa média, o que, infelizmente, não aconteceu, já que tirou pouco mais de 600.

 

A expectativa de Rafaela é que a nota dela no Enem possa melhorar, e a nota de corte do curso tão desejado diminuir.

 

A estudante Alaine dos Anjos, 18, também conta que esse é o momento de maior apreensão para os candidatos. Ainda mais para quem já passou por uma decepção, como é o caso dela, que, no ano passado, viu seu sonho de cursar Psicologia se desfazer aos poucos: “No primeiro dia, eu estava nas primeiras colocações, mas, com o passar dos dias, fui ficando para trás”, conta Alaine, se referindo à divulgação diária das notas de corte.

 

Durante o último período de inscrições, ela ficou monitorando a nota de corte. Conforme caía de colocação, o desespero aumentava. “No penúltimo dia, eu já estava na 16ª colocação de 3 vagas”, relembra.

 

Mas é preciso ter calma. As estudantes só vão saber do resultado no dia 2 de fevereiro, quando, de acordo com o MEC, o resultado final do Sisu é apresentado. Ainda segundo o órgão, se tudo der certo, Rafaela, Alaine e os outros aprovados devem efetuar as matrículas entre 5 e 7 de fevereiro.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!