Bahia fica impedida de fazer empréstimo com garantia da União após relatório da Fazenda
07/12/2017 - 14h05 em Bahia

A celeuma da liberação do empréstimo de R$ 600 milhões do Banco do Brasil para o estado da Bahia ganhou um novo capítulo nesta terça-feira (6) com a divulgação da versão final de 2017 do Boletim de Finanças dos Entes Subnacionais, que traz dados de 2016 e classifica a Bahia com capacidade de pagamento C. A nota impede que a União sirva como garantidor para a realização de empréstimos. O documento avalia o endividamento, a poupança corrente e a liquidez dos Estados e Municípios brasileiros. As notas vão de A a D e apenas quem recebe A ou B poderá receber a garantia da União. A metodologia para calcular a nota da capacidade de pagamento passou por uma reformulação este ano. De acordo com o boletim divulgado nesta quarta pelo Tesouro Nacional, a Bahia receberia classificação C desde 2014 caso os mesmos critérios fosem aplicados desde então. Das 27 unidades da Federação (estados e Distrito Federal), apenas o Pará e o Espírito Santo receberam classificação A, enquanto 12 ficaram com nota B e 10 foram avaliados com C. Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul foram os únicos com D, conforme a avaliação. Minas Gerais não possui nota por não apresentar a informação de disponibilidade de caixa.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!