Ambulatório de reumatologia na Escola Bahiana deve suspender atividades em janeiro
03/10/2017 14:22 em Música

O Ambulatório Docente-Assistencial da Escola Bahiana de Medicina (Adab), especializado em reumatologia, manterá o atendimento à população até janeiro do ano que vem. O ambulatório funcionava há cerca de 20 anos no Hospital Santa Isabel, mas com a diminuição de leitos do SUS, o coordenador Mittermayer Santiago decidiu cancelar o ambulatório. "A gente não tem como sustentar ambulatório, porque não tem médicos e tem número de leitos reduzidos. Hoje a gente consegue internação na Bahiana com muita dificuldade", explicou o médico. A suspensão das atividades de acompanhamento gratuito a pacientes com doenças reumatológicas terá como impacto cerca de 800 pacientes sem cuidados médicos. Isso porque dos 900 pacientes contabilizados nas últimas semanas, apenas 100 poderiam ser realocados no Hospital das Clínicas. Para tentar reverter o quadro, Santiago contou que tem entrado em contato com as secretarias municipal (SMS) e estadual de saúde (Sesab). "A gente tinha cancelado a residência, mas a Sesab acenou positivamente a pagar duas bolsas para os residentes fazerem no Hospital das Clínicas, onde sou coordenador também. Não deu pra transferir todo mundo da Bahiana para o Hospital das Clínicas porque não tem médico", explicou. Quanto à prefeitura, Santiago disse que a SMS se manifestou em contratar dois médicos para o posto de saúde da Av. Carlos Gomes, com capacidade para 200 consultas por mês. O número, no entanto, é considerado insuficiente. "Não dá conta da maioria dos casos. Tem que ser política mais agressiva em treinamento e contratação de pessoal. (...) Imagine para toda cidade de Salvador só ter disponibilidade de 200 vagas por mês; A prefeitura vai ter que trabalhar muito duro, do mesmo jeito que o estado. É problema de gestão de saúde", acrescentou.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!