Neymar deve estrear no domingo após Barcelona receber pagamento
11/08/2017 - 9h42 em Esporte

O Barcelona recebeu efetivamente os 222 milhões de euros (R$ 820 milhões) pela transferência de Neymar e enviou em seguida a documentação do craque. Com o dinheiro no cofre catalão, a Liga Francesa teve acesso ao certificado do jogador para homologar o contrato e confirmou que o novo camisa 10 vai poder estrear no domingo.

O avanço na negociação, que põe fim a mais um capítulo polêmico da transação, indica que Neymar vai vestir a camisa da equipe francesa pela primeira vez, contra o Guingamp.

Com o recebimento do dinheiro, o Barcelona desbloqueou a transação, e a Federação Espanhola encaminhou o papel de conclusão da transferência da Fifa à Liga Francesa. O Certificado de Transferência Internacional (CIT) é o documento que impede que um jogador seja contratado por duas equipes ao mesmo tempo — imprescendível, logo, para homologar novos contratos.

"A FFF confirma que recebeu o certificado de transferência de Neymar Jr. enviado pela RFEF", disse a Federação Francesa em sua conta no Twitter, citando a Real Federação Espanhola de Futebol.

Mais cedo, a "AFP" havia citado uma fonte do Barça que confirmou a iminente liberação dos documentos. O "Mundo Deportivo" já considerava "muito provável" que o jogador entre em campo pela primeira vez com a camisa do PSG já no próximo domingo. Já o "Sport" cravava que o técnico Unai Emery poderá contar com o brasileiro na partida.

O PSG havia reforçado a intenção de regularizar o atacante até esta segunda rodada, mas não havia conseguido porque o Barcelona não enviara os documentos da transferência.

A equipe francesa precisou correr para finalizar o processo a tempo. Jornais europeus ressaltaram durante a semana que Neymar poderia ser inscrito até 0h de sábado para jogar no domingo.

O argumento catalão, de acordo com a mídia local, era que o valor da cláusula de rescisão não havia chegado aos cofres do clube. Isso apesar de os advogados franceses terem entregado, em mãos, o cheque milionário aos dirigentes do Barcelona, na semana passada. Faltava, no entanto, o pagamento efetivo.

 




O Globo

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!