Hemoba faz campanha para atrair doadores durante as festas juninas
20/06/2017 10:43 em Saúde / Beleza

O mês de junho é conhecido pela intensa movimentação nas cidades do interior do estado, o que, consequentemente, aumenta o número de acidentes nas estradas. 

Em decorrência disso, a Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba) iniciou uma campanha intitulada “Arrasta o pé e vem doar sangue”, com o objetivo de atrair doadoes e  reforçar o estoque para garantir atendimento à demanda neste período junino que, segundo a fundação, costuma aumentar  em , aproximadamente, 22%. 

Os interessados têm à disposição 25 unidades de coleta distribuídas em todas as regiões da Bahia, além de contar com duas unidades móveis (Hemóveis), que realizam ações itinerantes semanalmente. 

Os hemóveis, segundo a fundação, passam por escolas, clubes, empresas, praças, bairros distantes e pequenos municípios.

Redução

De acordo com o coordenador da coleta, Marcelo Matos, nos três últimos meses, a Hemoba teve uma queda de cerca de 20% no número de doadores, quando comparada ao mesmo período do ano passado. “O apoio da população é indispensável neste momento”, ressalta.

Caso os números não melhorem, é possível que o hemocentro não consiga administrar os pedidos das unidades de saúde. O resultado baixo pode resultar, inclusive, nos adiamentos de procedimentos cirúrgicos. Vale ressaltar que as demandas de urgência e emergência são atendidas em tempo real e são priorizadas em qualquer situação. 

Ainda segundo Matos, a frequência de candidatos vem se recuperando este mês, mas a Hemoba ainda está trabalhando dentro do limite de segurança. 

“É importante lembrar que, com a proximidade dos festejos de São João, é necessário reforçar o estoque estratégico para enfrentar com tranquilidade o aumento das possíveis demandas transfusionais, sobretudo decorrente de acidentes com fogos de artifícios e no trânsito”, afirma.

De acordo com dados disponibilizados pela assessoria da Hemoba, quando comparado ao ano passado, a redução de doações foi significativa: em 2016 foram mais de 157 mil candidatos, com 111.300 bolsas de sangue coletadas. Em 2017, até o dia 12 de junho, o hemocentro recebeu cerca de 63.236 candidatos.

Para Matos, mesmo diante da baixa procura, ainda há esperança. “Nesta época, a procura por doações ocorre em um volume maior, geralmente na última semana do mês. Então, esperamos que nossos números melhorem”, afirma.

Critérios

Para doar sangue, o voluntário deve estar em boas condições de saúde, pesar acima de 50 quilos e ter idade entre 16 e 69 anos – menores de 18 anos devem estar acompanhados por um responsável legal. Os homens podem fazer a doação a cada dois meses. Já as mulheres, podem repetir o gesto de solidariedade a cada 3 meses.

Os endereços e horários de funcionamento de cada unidade estão disponíveis no site da Hemoba (www.hemoba.ba.gov.br). Informações também podem ser acessadas através das páginas oficiais da Fundação no Facebook (fb.com/hemoba) e no Instagram (@hemobaoficial).

Apesar do reforço necessário no período junino, o coordenador da coleta da Hemoba, Marcelo Matos, frisa a importância da doação durante todo o ano, por isso o hemocentro promove frequentemente campanhas visando atrair mais doadores.

 

 

A Tarde

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
PUBLICIDADE
Para ouvir nossa rádio, baixe o aplicativo RadiosNet para celulares e tablets com Android ou iPhone/iPads.